segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Vejo tudo e nao vejo nada

Vejo em ti bondade , vejo em ti sinceridade , vejo em ti honestidade e racionalidade , vejo em ti alguem capaz de tudo , vejo em ti paixao pela escrita , vejo em ti capacidades unicas , vejo em ti tudo e ao mesmo tempo nada . Vejo em mim a necessidade inutil de aliviar a tua dor , vejo em mim a vontade imensa de fazer desaparecer o que te aflige , vejo em mim a confiança de que um dia poderei partilhar contigo a minha alegria , vejo em mim tudo e ao mesmo tempo nada . Vejo um futuro , vejo um presente e vejo um passado , vejo tudo , mas a minha grande vontade de ver cega-me e nao vejo nada . Já tu , dizes nao perceber o obvio , dizes nao ver um futuro , dizes nao ver nada , mas eu sei que tu ves tudo .

Para um tal de Bogalheiro :)

Sem comentários:

Enviar um comentário